Image Map

Imagine Liam Payne | Dia dos Pais

em 14 de agosto de 2014 |



Eu estava no banheiro e eu suava frio. Estava muito, muito nervosa, também admito que eu estava morrendo de medo. Fechei os olhos e respirei fundo.
Molhei as mãos e logo em seguida joguei água no rosto, me olhei no espelho e vi que eu estava sem cor, eu estava pálida, também não era para menos. Respirei fundo mais uma vez, e olhei o teste de gravidez. Tirei o mesmo da embalagem, e comecei a lê as instruções.
...
Eu estava sentada no chão do banheiro com a cabeça entre os joelhos, eu estava com o exame nas mãos, eu acabará de vê o resultado e agora eu estava desesperada. Comecei a pensar no que eu iria fazer.
O que eu vou dizer? O que eu vou fazer? Deuses eu só tenho 19 anos. Eu só tenho uma casa mal consigo manter, mal consigo pagar minha faculdade e as contas da casa. Deuses me ajudem!
Entre um pensamente e outro, ouvi batidas na porta, e logo em seguida ouvi a voz de Liam.
Liam: - Amor você está aí?
Eu não queria responder, eu não queria vê ele, o que eu ia dizer. E novamente ouvi a ele dizer.
– Seunome, está tudo bem? Amor está acontecendo alguma coisa?
Se eu não respondesse tinha certeza que em menos de um minuto ele quebraria aquela porta. Optei por respondê-lo.
- Só um segundo Lee.
Levantei e destranquei a porta, saí do banheiro e Liam se encontrava em pé na frente da porta e me olhava com um olhar de preocupação, ele usava um short preto e eu estava com sua camisa do Batman.
- O que aconteceu meu amor? Você está pálida!
Ele disse colocando a mão no meu rosto e logo em seguida me arrastou até a cama para que eu pudesse sentar.
- Eu estou ótima amor! “Menti”
- Tem certeza? “Ele perguntou desconfiado, ele sempre sabia quando eu estava mentindo”
- Absoluta!
- Tudo bem, então se arrume, vamos para casa da minha mãe, ela vai fazer um almoço do dia dos pais para o meu pai!
Ele disse indo em direção ao banheiro.
- Liam? “Eu o chamei e imediatamente ele me olhou” – Pre... Preciso dizer algo!
Eu comecei a gaguejar, senti que minhas mãos começaram a suar.
- Diga meu amor.
- Bom, é... É que bom... “Comecei a mexer as mãos sem parar, eu sempre fazia isso quando eu estava nervosa”
- O que foi? Por que está nervosa? “Ele me observou”
- É que.. Eu não quero estragar sua carreira, não quero que pense que eu pretendo tirar algum proveito disso.
- Não estou te entendo! Tirar proveito? Estragar minha carreira? Do que você está falando?
Levantei e andei até ele, peguei em sua mão e o trouxe até a cama, sentamos na mesma, fiquei segurando a mão dele.
- Sabe o quanto eu te amo né? “Eu o olhei e ele fez que sim com a cabeça” – Bom, eu vou começar a dizer, então não me interrompa, entendeu?
- Sim. “Ele disse”
- Eu sei que o tempo pode afastar agente, como ele já fez uma vez..
- O nosso amor não é como era antes, hoje ele está mais forte e nada me separar de você! “Ele disse me interrompendo”
- Disse que não ia me interromper!
- Mais você está me assustando falando essas coisas eu em, até parece que alguém morreu!
- Não, ninguém morreu se trata da vida.
- Vida? “Ele perguntou confuso”
- É, vida de outra pessoa!
- Não estou te entendendo!
Peguei o teste e coloquei o mesmo na mão de Liam, ele pegou o objeto e o observou mesmo com o teste na mão ele pareceu não entender o que eu tentava dizer.
- Feliz dia dos pais!
Eu disse por fim, com os olhos cheios de lágrimas. Liam me olhou espantado, vi seus olhos ficarem lacrimejados. E der repente ele me puxou para o seu colo e me abraçou fortemente, parecia um abraço de quem não se via há anos. Ele começou a beijar meu pescoço, depois minha bochecha, até parar em meus lábios, nos beijamos. Segundos depois ele selou.
- Eu te amo Seunome. “Ele sussurrou em meu ouvido” – Esse é o melhor presente que você poderia ter me dado, um filho. Meu filho, nosso filho! Eu te amo, te amo te amo.
Olhei-o e comecei a sorrir.
- Eu te amo Liam.
Sorrimos um para o outro, em minha mente veio tudo que passamos brigas, risos, festas, brincadeiras, tudo, tudo.
- Eu te amo e vou te amar para sempre, minha pequena e perfeita Seunome. “Ele colocou a mão na minha barriga e sorriu” – Você não faz idéia do quanto já é amado, do quanto já é importante para mim meu filho.
Nos olhamos novamente e voltamos á nós beijar.

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.