Image Map

Imagine Louis Tomlinson (Pedido/Parte 1)

em 24 de dezembro de 2015 |


Pedido por: Sleep
Comentem, por favor, principalmente a dona do pedido.

O dia hoje não está sendo produtivo, o computador ao qual eu trabalho deu pau e eu não posso entregar os documentos já prontos que o senhor Tomlinson me pediu, se ele estiver de mau humor como sempre eu estarei ferrada.
Senhor Tomlinson é um homem muito lindo, gostoso para ser mais exata, o único defeito que ele possui é descontar seus problemas pessoais em seus funcionários. Eu particularmente nunca fui seu alvo, mas sempre presencio colegas de trabalho sendo agredidos verbalmente com as palavras duras dele, chegando ao ponto de alguns até chorarem.
Não sei como o senhor Tomlinson é tão estressado, ele é comprometido com uma modelo chamada Eleanor Calder, ela é linda, mas muito superficial.
Ouvi a porta da sala do chefe bater e senhor Tomlinson passar por minha mesa.
– Senhorita (seu sobrenome), me acompanhe!
Engoli em seco e me levantei apressadamente da cadeira pegando minha bolsa e seguindo-o alguns passos atrás até o elevador, ele entrou apertando rapidamente um botão e se virou me encarando até que eu estivesse ao seu lado.
As portas se fechando parecia passar em câmera lenta diante de meus olhos, talvez por que eu estou apreensiva com o que aconteceria depois, eu espero qualquer coisa do senhor Tomlinson e eu só conseguia pensar em sua voz gritando: "Incompetente! Você é uma incompetente que não serve para a simples função de entregar no prazo dez míseros documentos. Está demitida!”.
Com toda a crise em minha mente as portas finalmente se fecharam e se eu estivesse contando não chegaria ao menos em quinze segundos para o Senhor Tomlinson estivesse com as mãos em volta da minha cintura tomando meus lábios com os seus.
Pera... O QUÊ?
Com o susto e o toque de realidade eu o empurrei e cai sentada encarando-o incrédula.
– Eu não devia ter feito isso... - passou a mão no cabelo em nervosismo - Eu não sei o que deu em mim, me desculpe.
– Só me explique o que aconteceu. - continuei imóvel - E-eu não estou entendendo...
– Aqui não é o lugar certo para falar sobre isso... - ele me ajudou a levantar - Venha comigo!
O elevado chegou ao térreo e senhor Tomlinson saiu me puxando em direção ao estacionamento, ele andava muito rápido enquanto me puxava e eu tive que correr um pouco para não ser arrastada por ele. Chegamos a seu carro e ele o destrancou abrindo a porta para mim, mesmo relutante eu entrei colocando o cinto.
Algo me diz que não trataremos de assuntos profissionais.
Alguns minutos em silêncio depois minha atenção estava totalmente voltada para a paisagem do lado de fora da janela, senhor Tomlinson parou o carro e eu o olhei.
– Não precisa ficar tão tímida, trabalhamos juntos há longos dois anos. - ele tirou seu cinto
– Não estou sendo tímida, só estou agindo como sempre... O senhor é o meu patrão afinal de contas. - desviei o olhar
– Não estamos na empresa, aqui somos apenas Louis e (seu nome)... - ele aproxima sua mão de meu rosto e eu me afasto
– Por que isso agora? - meus olhos se encontram com os azuis dele
– Por que eu quero mostrar o que você causa em mim há algum tempo... - ele voltou a se aproximar e agora não tinha como eu fugir, eu estou completamente encurralada.
- O senhor tem uma namorada. - suspiro sentindo seus dedos acariciarem levemente a minha pele
- Não... Não tenho. - ele sorri
- Mas a Eleanor ela...
- Ela não é nada... - sela nossos lábios - Na verdade nunca foi.
Fiquei alguns minutos calada apenas pensando e senhor Tomlinson viu isso como uma permissão para me beijar, sendo dessa vez correspondido. Minhas mãos foram para a sua nuca e as dele alcançava minha cintura mesmo com a distância dos nossos corpos nos bancos do carro.
O beijo que se iniciou lento foi ficando gradativamente mais rápido terminando com selinhos e assim que eu abri os olhos pude ver seu sorriso.
– Nós podemos tentar algo além de uma relação profissional? - senhor Tomlinson segurou minha mão
– Senhor...
– Apenas Louis... Estamos fora da empresa lembra?! - riu
– Desculpe Louis, eu não sei o que te dizer... Eu estava esperando o senhor... - me encarou de olhos cerrados - Você... Eu estava esperando você gritar o quanto sou incompetente e até mesmo me demitir, mas nunca se passou pela minha cabeça que estaríamos aqui em um momento como esse. Há alguns minutos eu achava que você era comprometido e eu tenho que pensar sobre o que aconteceu. - suspiro
- Eu te entendo perfeitamente... Mas por que eu te demitiria ou gritaria com você?
- Eu... Eu não te entreguei os documentos prontos por que o computador quebrou. - sorri meio sem jeito, talvez ele brigue comigo agora.
- Oh... Os documentos que eu deveria assinar e mandar para o senhor Calder...  - cochou a nuca - Eu me esqueci completamente, passei o dia inteiro em uma briga interna para me decidir o que fazer em relação a você... Você ocupou completamente a minha mente. - sorri me olhando - Eu posso te beijar? Só mais uma vez antes de você se decidir o que fazer. - sorrio
- Claro que pode!
Minhas mãos pousaram em seu rosto e eu iniciei um beijo mais ousado do que o anterior com nossas línguas em sintonia como se fizéssemos isso muito tempo, encerro o beijo puxando de leve seu lábio inferior com meus dentes.
– Você pode me levar para casa? Meu horário de trabalho terminou há... -olho em meu relógio de pulso - Vinte minutos! - ele ri
– Posso sim, mas só se eu ganhar mais um beijo como agradecimento. - o olho rindo
– Talvez! - pisco para ele que logo da partida
Inesperado... Essa palavra define o que aconteceu, nunca pensei que o senhor Tomlinson quer dizer, Louis, se "declararia" para mim, tudo bem que eu disse que esperava qualquer coisa vinda dele, mas isso eu realmente não esperava.
Eu entrei no elevador tensa e agora estou sentada no banco de seu carro ao seu lado pulando de alegria por dentro tendo a bela visão de seu perfil enquanto ele dirige.
Todas as mulheres que trabalham na empresa são loucas pelo Tomlinson, não por ele ser o chefe, mas seus olhos azuis e jeito mandão deixa qualquer uma de quatro para ele, se eu dissesse que não caio aos seus encantos é uma mentira absurda.
Pensar em aceitar ou não o algo a mais não poderia ser mais difícil, ele é o meu chefe e se não der certo? Eu vou perder o meu emprego?
Pensarei com muita cautela visando todos os pontos positivos e negativos de ter qualquer coisa fora do trabalho com o meu chefe.
Quando eu percebi que o carro tinha parado e Louis me olhava, o que me fez deixar meus pensamentos de lado.
– Como sabe onde eu moro? - o encaro cerrando as sobrancelhas
– Eu sei de muita coisa sobre você... Inclusive que mora sozinha. - sorrio de lado
– Esteve me stalkeando, Tomlinson? - fingi estar incrédula
– Se você quiser chamar assim... - riu
– Vou entrar antes que você diga a cor da minha calcinha. - falei tirando o cinto
– Eu adoraria saber... - se aproximou - Antes de ir quero meu beijo. - sorri e selei seus lábios rapidamente saindo do carro - Sério que eu terei que esperar até segunda por algo mais animador? - fez bico... Um lado fofo dele que eu não conhecia e nem sonhava que conheceria.
– Tchau Tomlinson! - acenei consertando a alça da bolsa sobre o ombro e caminhando em direção ao prédio onde moro
– Malvada! - pude ouvi-lo gritar me fazendo rir, me virei rapidamente antes de entrar e joguei um beijo para ele.
Estou confusa e exausta, entrei em casa somente joguei a bolsa sobre o sofá e prendi meu cabelo me dirigindo direto para o banheiro para tomar um banho relaxante.
Por algum motivo não paro de pensar em Louis e no que aconteceu, o momento não para de represar em minha mente, não é como se eu o amasse, sinto apenas atração.
Então por que isso não foi normal?
Por que eu estou pensando nele agora?
Termino o banho demorado, me enxugando e me enrolando na toalha, saio do banheiro indo para a sala pegar meu celular que acabou de notificar uma mensagem, volto para o quarto com o celular na mão vendo que é de um numero desconhecido, me sento na cama e abro a mensagem.
“Pense com carinho, segunda quero a resposta. Beijos!”
E nesse exato momento um sorriso que não estava em meu rosto antes aparece enquanto me deito olhando o teto.
Por que estou feliz por causa de uma mensagem?
Ele se lembrou de mim!
Louis Tomlinson o meu chefe denominado como carrasco por seus funcionários me mandou uma mensagem.
Credo! Pareço uma adolescente do colegial, o que tem demais em uma mensagem?
Qual a possibilidade dele querer apenas uma diversão? 
No meio desse turbilhão de pensamentos meus olhos pesaram e eu ao mesmo respondi a mensagem, meus pensamentos conturbados e o sono não se renderam a minha vontade de iniciar uma conversa, talvez segunda feira tudo se torne melhor e mais claro.



Hello, It's me!
TODAAAAAAAAY
Hoje é o aniver do nosso forever young, nosso Boo, nosso Tomlinson
Estou a mais de uma hora preparando esse post, o imagine esta pronto há quase uma semanda e é isso...
Não tem nome ainda por que minha vida tá um lixo e minha inspiração uma bosta...
Espero que apesar de tudo a pessoa que pediu o imagine goste :)
Beijos... Até mais!
 PS: Alguém tem um controle igual do filme click? Preciso urgente voltar no tempo, meus meninos estão crescendo muito rápido :'(

10 comentários:

  1. Ai meu orifício anal.
    Ficou tão perfeito, cagando Glitter aqui.
    Marinna Tomlinson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk o começo do seu comentário e o final foi o mais exôtico até agora kkkk
      Sério que você achou perfeito? Fico Feliz :)
      Obrigada por comentar senhora Tomlinson
      Bjos! ♥

      Excluir
  2. Amei, ficou muito perfeito.
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por você ter gostado :)
      Obrigada por comentar ♡

      Excluir
  3. Respostas
    1. Vou continuar sim, desculpa estar demorando (eu postei um "aviso" sobre toda a demora)
      Assim que eu conseguir eu continuarei :)

      Excluir
  4. Esta perfeito ammamama cat eu quero muito que o senhor louis faça sexo selvagem com ela ou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei se eles farão sexo selvagem, mas posso pensar sobre o assunto :)
      Obrigada por comentar ♥

      Excluir
  5. Esta perfeito ammamama cat eu quero muito que o senhor louis faça sexo selvagem com ela ou

    ResponderExcluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.