Image Map

Imagine Zayn Malik | Chandelier (Hot)

em 27 de outubro de 2014 |


Mais uma festa, por que será que não consigo me cansar?
As pessoas me ligam para se divertirem, quando querem se animar batem na minha porta.
Estou na festa mais esperada da semana, a festa do Styles. Esse cara dá uma das melhores festas da cidade, todos querem ser convidados, mas nem todos conseguem. Não posso dizer que somos amigos, nós dois ficamos uma vez, mais nada, e para ajudar estávamos bêbados.
Meu pior lance é com o amigo dele Zayn, sempre ficamos depois de festas, eu acho que estou o amando e me magoa saber que talvez no outro dia ele nem lembre. Mas o que eu estou dizendo garotas festeiras não se magoa, não sentem nada, eu devo estar pirando.
Caminhei até as bebidas e peguei um Martini, sentei em uma cadeira e olhei ao redor. Um número incontável de pessoas dançava ao som da musica eletrônica que estrondavam das caixas se som, alguns sozinhos e outros acompanhados.
De onde eu estava vi Zayn conversando animadamente com uma garota loira, ele não perde tempo, sempre tem companhia. Olhei para o lado esquerdo e Harry acenou para mim com um grande sorriso, tentei retribui, porém, acho que não deu muito certo.
Harry: Que bom que veio (Seu apelido), se divirta a casa é sua! - disse assim que se sentou ao meu lado
Eu: Obrigado Styles! - sorri - Você sabe que eu não perderia isso aqui por nada. –falei abrindo os braços 
Harry: Tem razão, seria quase impossível não te ver aqui.
Eu: Ninguém em sã consciência perderia uma festa sua. - dei um gole na minha bebida
Harry: Que bom que acha isso! - sorriu e uma pessoa o chamou ao longe - Tenho que ir, se precisar de companhia me chame.
Eu: Ok... - sorri e ele saiu
Um, dois, três drinques e eu resolvi ir para a pista de dança, não passaria minha noite sentada apenas bebendo. Entrei no meio das pessoas e comecei mover meu corpo no ritmo da musica que tocava, em movimentos lentos e sensuais, eu passava as mãos pelo meu corpo. Alguns garotos tentaram se aproximar e eu deixei claro que dançaria sozinha, até que senti mãos me envolverem, quando me virei para olhar Zayn estava com o sorriso mais safado do mundo.
Eu: Achei que estivesse acompanhado? - disse sem dar muita importância, me virando e dançando colada ao seu corpo.
Zayn: Nenhuma companhia é melhor que a sua, pode ter certeza. - disse em meu ouvido
Eu: Você diz isso pra todas... Eu te conheço Malik. - rebolei com minha bunda encostada em seu membro
Zayn: Eu acho que não! - segurou meu braço me fazendo ficar de frente pra ele
Antes de ele dizer mais alguma coisa, desci rebolando passando minhas mãos pelo seu corpo, eu o provocaria, eu adoro provocá-lo.
Zayn: Eu sei o que está querendo! – sussurrou em meu ouvido – E minha resposta é sim!
Eu: Estou apenas dançando! – sussurrei com a boca perto da sua
Zayn: Eu diria provocando... – colou ainda mais nossos corpos – E eu adoro isso em você!
Eu: Hoje não será tão fácil... – encarei seus olhos – Me convença a ir lá para cima com você. – girei meu corpo e rebolei até o chão subindo com a bunda empinada
Zayn: O que eu posso dizer é que não se decepcionará. – apertou minha cintura
Eu: Não me convenceu! – dei de ombros
Zayn: Eu te farei subir as paredes e gozar como nunca antes. – disse baixo
Zayn beijou meus lábios selvagemente, sua língua entrou na minha boca sem pudor algum começando uma batalha com a minha. Ele desceu os beijos para o meu pescoço e eu o empurrei com um pouco de força o fazendo dar passos para trás embarrando em umas algumas pessoas que dançavam.
Eu: Quem sabe quando conseguir me pegar!
Andei rápido abrindo caminho entre as pessoas que estavam na pista de dança mais conhecida com sala. Subi as escadas e entrei no corredor que dava acesso aos quartos, antes mesmo de entrar em um deles, senti as mãos de Zayn em volta da minha cintura e seu hálito quente em meu pescoço. Zayn: Te peguei! - abriu uma das portas e me colocou para dentro – Agora você não me escapa!
Zayn me virou bruscamente fazendo com que me corpo se chocasse contra o seu, começou a descer meu vestido mapeando com os olhos cada parte do meu corpo. Ele me empurrou até a cama deitando-me na mesma e começou beijando meu pescoço, meus ombros, até que então soltou meu sutiã; apertou meus seios com um sorriso de canto, desceu a boca até o direito me fazendo suspirar alto com o contado de sua boca em meu seio. Zayn sugou, mordiscou e apertou meu seio não se esquecendo do outro que logo depois teve o mesmo tratamento.
Zayn desceu as mãos lentamente até a minha calcinha e a arrancou rapidamente, enfiou dois de seus dedos em meu sexo, o que me fez arquear as costas instantaneamente e gemer alto pelo ato não esperado.
Zayn: Molhadinha... Como sempre! – abriu mais minhas pernas movimentando seus depois dentro de mim
Eu: Zayn... – gemi em um fio de voz
Zayn: Shhh...
Senti algo quente e molhado em contato com minha intimidade e automaticamente tentei fechar as pernas o que foi impedido por Zayn.
Zayn: Não seja uma menina má, (Seu nome)! – repreendeu-me abrindo novamente minhas pernas – Ou será castigada!
Zayn voltou o que fazia antes, agora penetrando a ponta de sua língua na minha entrada. Não tem como controlar os gemidos altos que escapam de minha boca, Zayn lambeu lentamente meu sexo repetindo o mesmo ato varias vezes, chupando e me estimulando com seu polegar. Eu sentir como se algo estivesse explodido dentro de mim e sem perceber já tinha gozado na boca de Zayn e o mesmo lambeu até me limpar.
Zayn: Seu gosto está cada vez melhor... – levantou-se – Que tal se você experimentasse?
Zayn me puxou e me beijou intensamente fazendo-me sentir meu o próprio gosto, e logo após nos separar começou a se despir inteiro e eu tive a visão completa de seu membro grande e rígido. Ele veio até mim e soltou meus cabelos.
Zayn: Fica de quatro pra mim... – sussurrou em meu ouvido colocando uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha
E então eu engatinhei até a cabeceira da cama e me apoiei na mesma empinando minha bunda. Odeio o poder que Zayn tem sobre mim, me fazendo obedecê-lo como uma cadela no cio.
Zayn: Boa garota!
Zayn então segurou minha cintura e se encaixou na minha entrada penetrando-me bruscamente e a consequência foi um grito meu que ecoou pelo quarto. Zayn começou as estocadas rápidas e fortes, empurrando minha cintura para frente e puxando para trás o que fazia a cama ir ao mesmo movimento. Os gemidos roucos de Zayn me enlouquecia ainda mais e a cada estocada nós gemíamos mais descontroladamente, então ele segurou meus cabelos em um rabo de cavalo puxando-o fortemente, nem preciso falar que isso me deu mais tesão né!?
Zayn saiu de dentro de mim e me jogou para o lado, eu cair deitada de costas na cama, e ele deitou-se por cima de mim me penetrando novamente enquanto beijava meu pescoço e ombros. Senti minha vagina se contrair e meus mamilos enrijecerem, sinal de que teria meu segundo orgasmo. E não demorou muito para que isso acontecesse, meu corpo relaxou e me senti anestesiada. Zayn continuou com mais algumas estocadas e atingiu o seu ápice, se jogando ao meu lado.
Ainda suada me virei e encarei Zayn que não estava diferente de mim, ele me puxou para deitar em seu peito e então me entreguei ao sono.
Acordei e me revirei na cama, como sempre Zayn já não se encontrava ali mais. Abri os olhos e olhei meu corpo nu descoberto pelo lençol da cama, o quarto estava uma bagunça com minhas roupas espalhadas pelo chão. Olhei para um canto do quarto que tinha uma poltrona e vi um par de olhos verdes me encarando.
Eu: Harry! – disse assustada procurando o lençol para poder me cobrir
Harry: Bom dia (seu apelido)! – sorriu largo – Você estava tão linda dormindo que não quis te acordar!
“E resolveu ficar me olhando dormir pelada?” – pensei.
Eu: Tudo bem Harry, eu tenho que ir para casa! – me enrolei no lençol e catei minhas roupas do chão
Harry: Mas você nem tomou café! – olhou-me sugestivo
Eu: Vou ter que recursar, desculpa! – ele assentiu – Pode me dar licença... Eu preciso me trocar. Harry saiu e eu me vesti rapidamente, envergonhada por ser deixada mais uma vez sozinha. Zayn ao menos podia me acordar e dizer que estava indo embora, acho que mereço pelo menos essa satisfação.  Eu teria que passar em uma farmácia para comprar um anticoncepcional antes de ir para casa. Sai com cuidado para que Harry não me visse, não queria o encarar em um momento de vergonha como esse, vergonha por ter me deixado levar mais uma vez pelo mesmo cara, por se deixar ter sido usada por Zayn novamente.


Olá Leitoras! Eu finalmente terminei o mini do Zaz, esse é meu segundo hot aqui no blog e acho que esse ficou melhor do que o primeiro. O que acham? Me soltei um pouco mais, mas ainda não achei bom o suficiente. Vocês devem ter percebido que o nome (Lustre traduzido) não tem nada a ver, é o nome da música que eu estava ouvindo quando escrevi. Vou tentar reescrever o capitulo de Girlfriend e assim que ficar pronto eu posto. Bjos amores!

6 comentários:

  1. No comeso pensei que dany tinha escrevido o imagine. Mais ao longo do texo pudi ver q so tay poderia ser tao tarada e criativa asim kkkkkkk muito bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me respeita garoto! u.u kkkk Bom talvez eu seja um pouco tarada, mas Dani é mais.

      Excluir
  2. Nao entenda mal tay. Vc sabe q sou seu best friend.. estou falando tarada em relacao ao texto rumm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não entendi mal best, só estava brincando!

      Excluir
  3. Eiiiii, eu não sou tarada gnt ushsuhsush

    ResponderExcluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.