Image Map

Imagine Harry Styles | Infiel (Pedido)

em 19 de maio de 2017 |



Pedido por: Sabrina Puma


Harry estava em casa, pela primeira vez em uma semana e era hora de eu jogar com todos os meus artifícios para conseguir o que eu quero, quero ele próximo de mim, passando a mão sobre a minha pele, me beijando e voltando a ser meu.
Somos casados há dez anos e temos dois filhos de cinco anos, eles são gemeos e as coisas mais importantes a minha vida e as pessoas que mais ficam comigo. O meu casamento não vai bem, eu não vou mentir e dizer que está tudo bem, as coisas esfriaram de uma forma que eu não sei se haverá como esquentar novamente. Às viagem a trabalho também não ajudam, cada semana Harry vai para um lugar diferente e nem se importa de ligar para perguntar como estamos, talvez ele não tenha tempo nem de comer quando está trabalhando.
Eu deixei as crianças com a minha mãe assim que Harry avisou que chegaria em uma hora, eu queria fazer desta noite algo que não tivemos em não sei quantas noites passadas, sexo estava escasso na minha vida e se continuasse assim eu transaria com o carteiro na porta de casa na próxima vez que ele viesse fazer entrega.
A porta do banheiro abriu e eu estava preparada, como eu havia pensado há alguns dias. Eu estava nua sobre a cama forrada com lençóis vermelhos apenas esperando que Harry saísse do banheiro para me foder como eu há tempos desejava, mas a única coisa que aconteceu foi ele caminhar até o guarda roupa, pegando um de seus ternos.

— Você vai sair? — perguntei completamente desanimada.

— Eu tenho uma reunião importante. — ele falou se vestindo sem sequer me olhar.

— Mas você acabou de chegar...

— Eu vim pegar o meu terno e tomar um banho. — ele estava dando o nó em sua gravata, até isso ele aprendeu fazer para não precisar mais de mim.

— Eu tinha pensado que ficaríamos juntos hoje... — me enrolo no lençol, ele nem se quer me olhou então não faz diferença estar nua ou não.

— Sinto muito, eu tenho um compromisso. — será que sente mesmo?

— Quando você volta? — perguntei baixo olhando para as minhas mãos sobre meu colo.

— Eu não tenho horário para voltar, não precisa me esperar acordada. Descanse. — ele beijou minha testa rapidamente caminhando para fora quando já havia acabado de se vestir.

"Você acha normal seu marido passar mais tempo viajando do que em casa? Você acha que ele está igual o que era antes? Obra os olhos, alguma vagabunda está te passando a perna."

A voz de Perrie ecoou em minha cabeça no momento em que a porta do quarto se fechou, eu não sirvo de nada para o Harry, não mais e conhecendo ele como eu conheço, ele não aguentaria muito tempo sem sexo.
Respirando fundo eu me levantei me vestindo rapidamente e corri para fora de casa entrando no meu carro, eu teria que ser rápida se não quisesse perder o Harry de vista. Dirigi em uma distância considerável segura para que ele não reconheça o carro e parei um pouco afastada assim que ele estacionou o carro de um lado da calçada e atravessou a rua entrando em um prédio grande e luxuoso, um hotel.
Quando ele entrou e eu o perdi de vista, saindo do carro caminhei até a recepcionista atrás do balcão no hall. Eu precisava saber com que frequência Harry vinha aqui e se era acompanhado.

— Boa noite... Você pode me informar em que quarto está o homem que acabou de entrar? O nome dele é Harry Styles.

— Desculpe, senhora... Eu não sou autorizada a dar informações sobre os hóspedes.

— Mas é caso de vida ou morte.

— Quer que eu interfone? — ela pegou o telefone.

— Não! — eu disse um pouco alto demais — Tudo bem, obrigada.

Mordi meu lábio para não gritar de raiva e fiquei olhando o elevador pensando se o procuro de quarto em quarto, mas eu não quero que ele saiba que eu estou aqui, então essa não é uma boa opção. Caminhei de volta até a porta e antes de sair pude ver o homem que entrega as malas nos quartos, talvez ele possa me ajudar.

— Ei! — o chamei e fui até onde ele estava — Eu gostaria de uma informação.

— Claro. — ele sorriu simpático.

— É sobre um hóspede. Harry Styles. — perguntei e ele pareceu desconfortável.

— Eu não posso dizer, senhora...

— Nem se for bem recompensado? — tirei um bolo de dinheiro da bolsa e ele mordeu o lábio.

— Tudo bem. Ele não é hóspede, é acompanhante. — ele levou a mão para pegar o dinheiro e eu afastei a minha.

— Isso não vale tudo isso aqui. — balancei o dinheiro em sua frente.

— Ele está com a senhorita Kendall Jenner, eles sempre jantam juntos no restaurante, ele passa a noite aqui e eles até se pegam algumas vezes na piscina. Agora me dá! — ele pegou o dinheiro rapidamente da minha mão e saiu andando para longe me deixando completamente paralisada.

Perrie estava certa, eu só achei que não doeria tanto quando comprovasse a teoria dela, eu não imaginei que Harry poderia ter feito isso comigo depois de termos construído uma família juntos. Eu apenas não queria acreditar que dez anos da minha vida foi completamente sem sentido depois de ter descoberto uma traição.
Caminhando de forma automática até o carro, eu debrucei minha cabeça sobre o volante chorando alto onde ninguém poderia me vê, aí eu pude gritar, socar e chorar a vontade sem ninguém olhar para mim com pena.
As horas foram passando e eu continuei dentro do carro estacionado no mesmo lugar, eu só vou sair daqui depois que Harry sair e assim que eu o vi atravessando a porta do hotel, liguei o carro esperando ele caminhar até o outro lado da rua. Esse foi o momento perfeito para pisar fundo no acelerador fazendo o carro ir em direção a ele que estava no meio da rua.
O cantar dos pneus o deixou alerta e ele olhou em direção do carro e antes de ser atingido em cheio, ele pulou para o canto da rua se salvando da tentativa de atropelamento.

Narrador On

Harry conhecia a placa e agora sabia que (seu nome) havia descoberto a traição.

[...]

— VOCÊ FICOU LOUCA?! O QUE FARIA SE TIVESSE PASSADO POR CIMA DE MIM? — Harry entrou em casa gritando com a mulher que estava sentada no sofá com as mãos tapando o rosto e com os ombros balançando em um claro sinal de que ela estava chorando.

— EU DARIA RÉ PARA GARANTIR QUE VOCÊ ESTAVA MORTO! — (seu nome) gritou em resposta — EU TE ODEIO, HARRY STYLES! EU TE ODEIO!

— VOCÊ SÓ PENSA EM VOCÊ! COMO AS CRIANÇAS FICARIAM COM UM PAI MORTO E UMA MÃE PRESA? — ele atravessou a sala ficando de frente para ela.

— NÃO FINJA QUE SE IMPORTA! — (seu nome) se coloca de pé apontando o dedo na cara do marido — HÁ MUITO VOCÊ ESTÁ SE FODENDO PARA NÓS, VOCÊ SÓ QUER SABER DE FICAR COM AQUELA VAGABUNDA ORDINÁRIA E NÃO TEM MAIS TEMPO PARA OS SEUS FILHOS. VOCÊ JOGOU A NOSSA FAMÍLIA NA MERDA. VOCÊ É A PIOR PESSOA QUE EU TIVE O DESPRAZER DE CONHECER! EU ESTOU TE ODIANDO TANTO QUE QUERO CRAVAR UMA FACA NO SEU PEITO! — ela deu um soco no peito do marido e ele segurou seus pulsos a impedindo de continuar.

— VOCÊ É UMA DESCONTROLADA, UMA LOUCA DESEQUILIBRADA. — ele a jogou sobre o sofá — A MELHOR COISA QUE EU FAÇO SERÁ IR EMBORA. — Harry subiu as escadas rapidamente deixando (seu nome) chorando compulsivamente jogada no sofá.

— VÁ! TRAIDOR DE MERDA! — (seu nome) gritou em meio ao choro e se encolheu no sofá.

Não demorou para que Harry descesse as escadas puxando duas malas grandes e parasse na sala olhando o corpo da mulher de costas para ele, não se orgulhava de causar toda aquela dor na mulher que passou tantos anos ao seu lado, mas ele não a ama mais e talvez tivesse que ter dito antes de tornar a ferida maior e mais dolorosa. Agora estava feito, ele não poderia voltar no tempo.

— Meus advogados entraram em contato para que você assine a papelada do divórcio. Saiba que eu não vou deixar nada faltar para vocês. — ele tentou amenizar as coisas.

— Vá se foder, desgraçado!

Ok.

Talvez as coisas nunca mais voltassem a ser amigáveis, ele sentia muito por isso, perdeu uma grande amiga. Sem dizer mais nada, ele saiu de casa puxando a mala e deixando apenas metade de uma mulher para trás, ela estava completamente quebrada por dentro.




Desculpa se o imagine ficou um pouco confuso, eu escrevi uma parte em um dia e a outra em outro e acabei embolando primeira e segunda pessoa.
Me pediram um final feliz, mas eu quis dá uma mudada porque não via um final feliz para eles, mas espero que tenham gostado mesmo assim.

8 comentários:

  1. Hey, vc podia fazer uma continuação em que ele se arrepende e tenta consertar as coisas, mas ela ja seguiu com a vida e não o aceita de volta. Ela não fez nada de errado não é justo que so ela se ferre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou pensando sobre isso, mas eu queria um final bem tristinho mesmo. Logo vou decidir o que fazer, não se preocupe. ;)

      Excluir
  2. Ficou incrivel Tay♥♥♥Um dos seus melhores imagines

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico feliz :)
      Obrigada ❤

      Excluir
  3. Eu acho q fica melhor sem você continuação, mas se vc for continuar podia ser o Harry se desculpando mas ele não ama mais ela ( até pq no imagine ele deixou bem claro) mas tá arrependido pq foi uma falta de respeito, e ela tbm segue em frente sem rancor até pq eles tem filhos juntos

    ResponderExcluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.