Image Map

Imagine Harry Styles | Ilusão

em 23 de novembro de 2014 |


Seunome POV’s

Ilusão. Tudo não passou de uma tremenda ilusão. Os “eu te amo”, os presentes, tudo uma tremenda farsa, um jogo idiota chamado: amor.
Como eu pude ser tão burra e frágil ao ponto de acreditar naquele cretino, eu fui tão ingênua, mas, isso acaba agora.
Bati na porta com todas as forças que eu tinha, segundos depois vi Harry abrir a porta com sua cara de safado.
- Sabe que horas são s/n? – ele passou a mão no rosto.
- Foda-se as horas! – alterei o tom de voz.
- Você sabe que eu odeio quando você xin...
- Pouco me importa o que você gosta ou não! – gritei.
- Você ficou maluca? Perdeu o juízo? – ele deu o passo para fora da casa – Preste atenção no jeito que você fala comigo!
- Falo com você do jeito que eu quiser, por que você é nada. Você é um lixo Styles! – gritei para ele.
- Se você acha que veio até aqui essa hora para me insultar, você está muito enganada vadia!
Ele me deu um empurrão que quase me fez cair no chão.
- Isso, mostre quem você Styles. – eu o desafiei – Mostre o canalha, hipócrita que está dentro de você!
- Cale a boca s/n!
- Ah! Que isso Hazz, não se faça de burro, eu já sei de tudo! – eu dei um tapa em seu peito. – Para de fingir Harry!
- Cale.. a.. boca!
- Não é homem suficiente para falar na minha cara? Ah! Que peninha!
- Já chega!
Aconteceu muito rápido, senti a mão de Harry chocar-se contra meu rosto.
- Ah! – eu cambaleie para o lado.
- Eu disse para calar a boca. – ele me deu outro tapa, agora do outro lado do rosto – Eu te avisei!
Ele me empurrou e eu cai no chão, senti o gosto de sangue na minha boca.
- Imbecil! – eu disse cuspindo o sangue da minha boca – Você é um cretino!
- Porra s/n! ‘Tá’ vendo o que você fez? – ele lamentou.
Me levantei apoiando-me na mesinha de chá da tia Anne, que ficava na varanda.
- Acha que eu não sei que você estava na cama da Emma hoje? – eu olhei em seus olhos – Achou que ia conseguir me enganar por muito tempo? – eu falava olhando em seus olhos e ele parecia não se importa com aquilo que eu estava dizendo. – Eu sei de tudo Harry.
- Já terminou? – ele perguntou ironicamente.
- Você dizia que me amava, que queria passar todos os dias da sua vida do meu lado, todas as flores, quando você dizia que você era meu Harry, só meu! – senti lágrimas se formarem em meus olhos – Eu vivia para você Harry, você disse que nunca me magoaria que nunca me decepcionaria. – as lágrimas agora escorriam pelo meu rosto – Você me enganou, mentiu me iludiu!
- Para com isso s/n, que saco eu em! Sim eu estava na casa da Emma. – ele se aproximou comigo – E devo confessar que ela é muito boa de cama, você nem faz idéia. – ele me olhou nos olhos – Era isso que você queria ouvir? Está satisfeita agora?
- E..eu..
Eu não consegui dizer nada, ouvi aquelas coisas dele era pior ainda. Meu mundo tinha se acabado.
- Satisfeita vadia? Agora você pode ir embora e me deixar dormir? – ele se virou – E amanhã vamos para Los Angeles, então esteja pronta as sete. – ele voltou em minha direção e passou a mão em meu cabelo. – Quero minha vadia arrumada!
Harry sorriu e virou as costas para mim.
- Harry? – eu o chamei.
- O que foi? – ele disse de mal humor.
- Lembra quando você perguntou se eu tinha perdido o juízo?
- Ah! Vai se catar s/n! – ele começou a andar.
- Pedi meu juízo na cama do Tomlinson! – eu gritei para ele – E tenho que admitir, ele é bem melhor que você! – eu sorri.
- O que você disse? – ele começou a andar em minha direção.
- Que o Louis é muito bom na cama, melhor que você!
- Vadia! – ele me empurrou – Eu vou acabar com você cadela!
Ele me deu um tapa no rosto, tentei me defendo e empurrá-lo, mas, ele foi mais forte e me pegou pelo braço e desceu a pequena escadinha comigo.
- Me solta Harry!
- Cala a boca!
Ele me deu um murro nas costas.
- Você vai vê o que eu vou fazer com você! – ele disse furioso.
Ele me empurrou contra uma árvore e eu cai no chão, ele me olhou e eu podia vê fúria em sua face, sentia meu rosto queimar e minhas costas doer.
- Cretino! – eu sussurrei – Eu te odeio Harry, eu não quero mais você!
- Você não quer? – ele disse incrédulo – Tudo bem sua vagabunda, mais quando eu acabar nem o Tomlinson vai te querer!
Ele me puxou pelo cabelo me fazendo ficar de pé.
- Me solta! – eu gritei – Me solta Harry!
- Cala a boca! – ele me deu outro tapa no rosto. – Cala a boca!
Ele saiu me puxando pelo cabelo, até a porta de sua casa. Vi Tia Anne sair para fora de casa.
Anne: - Harry o que está fazendo? – ela perguntou assustada – Solte a s/n Harry, agora!
 - Me solta! – eu agora chorava.
Harry: - Sabe onde essa vadia estava mãe? Ela estava na cama do Louis!
Ele me empurrou contra a escada e eu cai no chão, imediatamente senti os braços de Anne em volta de mim.
Anne: - Isso não é motivo para você encostar um dedo nela!
Harry: - Ela me usou! – ele gritou.
- Você me usou Harry, eu cai na sua armadilha, você me enganou, mentiu para mim, era tudo fingimento. – me soltei dos braços de Anne, enquanto Harry virava as costas para mim – Eu ainda não terminei! – gritei e ele me olhou – Pegue a droga desse anel. – tirei o anel de noivado do meu dedo e o joguei para Harry – Enfie esse anel...
Anne: - S/n, por favor! – ela me interrompeu.
Eu e Harry apenas nós olhamos, ele pegou o anel do chão e eu me virei saindo dali.
Harry: - Esta terminando comigo? – ele gritou.
- O que você acha?
Harry: - Vadia! Aposto que já está indo para a cama do Louis!
Anne: - Pare com isso Harry!
Vi Anne o puxar pelo braço.
- Eu te odeio Harry, você acabou com a minha vida. – fui em sua direção e dei um murro em sua cara – Cretino! – eu o empurrei – Quero que você vá para inferno e não eu não estou indo para a cama do Louis! – dei outro tapa em seu rosto – Eu não sou igual a você.
Assim que levantei a mão para bater nele novamente, Tia Anne se colocou entre nós.
Anne: - Pare com isso você dois!
Harry tentou vim para cima de mim.
Harry: - Eu vou acabar com você s/n! – ele gritou.
- Você já me destruiu Harry!
Anne: - Já chega! – ela gritou – Vá embora s/n e você Harry entre agora!
Eu e Harry nos olhamos pela ultima vez, eu queria chorar, eu não queria acreditar que aquele Harry com quem eu iria me casar nunca existiu. Aqueles olhos verdes não eram mais os que eu vi há anos atrás, aquele não era o Harry para quem eu me entreguei.
Der repente vi uma lágrima cair do rosto de Harry, o que me surpreendeu, pois, eu nunca vi Harry chorar. Confesso que naquele momento senti uma pontada de arrependimento, mas, ele podia está fingindo.
Harry: - E... eu.. s...
Virei às coisas para eles e sai em direção a minha casa. Não pensei em olhar para trás e nem pensar em: se as coisas fossem diferentes. Eu já tinha feito a minha escolha, Harry Edward Styles não era o homem da minha vida.


Peguei a capa da Tay por que estou com preguiça de fazer uma. Obrigado pelos comentarios, vocês são legais.. Beijos.

11 comentários:

  1. Você tem que continuar esse imagine, tá muito perfeito ^^

    ResponderExcluir
  2. Eu ameiiiiii, e com certeza tem que ter continuação...

    ResponderExcluir
  3. Ameii esse imagine, é pfto, por favor continuaa... :)

    ResponderExcluir
  4. Tipo, como assim Harry me bateu??Ele vai apanhar quando eu cegar em casa....kkkkk....contiiinua flor.

    ResponderExcluir
  5. Não terá continuação amores, me desculpe, mas, não terá por motivos de que eu amei ele assim, desse jeitinho .. Desculpe,

    ResponderExcluir
  6. amei querida nao suporto imagines fofos e sim a queles que cotem soco,jute.e tudo que tem direito

    ResponderExcluir
  7. #Mimi
    AHHH q LINDO Adoreii Seriado TA MUITO LINDOO CONTINUE POR FAVOR TA MUITO LEGAL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não terá uma continuação flor... A pessoa que escreveu não está mais no blog e não tenho contato com ela e ela já havia dito em um comentário a cima que não continuaria.
      Bjos e desculpe qualquer coisa :/

      Excluir
  8. Aiiii meu Deus,ameeiiii
    So não consigo pensar no Harry batendo em uma mulher,mesmo assim ta perfect

    ResponderExcluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.