Image Map

Mini Imagine Larry Stylinson

em 18 de novembro de 2014 |

Larry - Daniella Menezes


                                       “Os espaços entre nós continuam ficando maiores”


- Você lembra do dia em que olhou em meus olhos e se esqueceu do que estava falando?

Do dia em que eu fiquei na lateral do campo e depois corri para parabenizá-lo?

Quando eu o levei para o hospital quando você machucou o pé na praia? Quando eu disse que estava com saudades?

Quando você lambeu meu nariz?

Quando fiquei esperando você chegar do hospital e quando ti vi sai correndo para te dá um abraço?

Quando eu disse que a minha primeira paixão de verdade foi você?

Quando você disse que definitivamente escolheria passar a noite comigo?

Quando eu beijei a sua nuca em um bar?

Quando você fez uma tatuagem com a minha escrita?

Quando eu pulei no seu colo?

Se lembra de todos os olhares indiscretos e sorrisos trocados? Todos os abraços apertados sem precisar dizer algo, por que sabíamos o que ambos estavam sentindo?

Você se lembra disso?

Quando eu te agarrei e ti dei um beijo no pescoço?

Ela me olhou sem entender o que eu dizia.


- Não faço ideia do que você está falando Louis? 

- É esse o problema Els, nada disso que eu falei eu fiz com você ou você fez comigo, essas sensações, esses olhares e sorrisos, nada disse foi com você, foram com outra pessoa!

- Eu não sei onde você está querendo chegar com isso, mas...               

- Não tem “mas” Els! – fiz uma pausa, e me aproximei dela – Seja sincera comigo, quando foi a ultima fez que a gente se divertiu de verdade? Há ultima vez que você disse que me ama ou vice e versa?  Quando foi a ultima vez que sorrimos um para o outro verdadeiramente? – vi os olhos dela se encherem de lágrimas – Pode ser sincera.

- Há muito tempo! – uma lágrima escorreu pelo seu rosto – Mas, agente se ama e é isso que importa! 
– ela chorava.

- Importa sim, por que é da nossa felicidade que estamos falando! Meu coração não acelera mais quando eu ti vejo, meus olhos não brilham mais quando você sorri para mim, e eu vejo isso em você também, não há mais desejo, muito menos amor, nós nos apegamos um ao outro, mas, isso não é amor.

- Eu preciso de você! – ela disse entre os soluços – Preciso de você aqui, comigo!

- Eu não vou te abandonar, não vou fazer isso, nunca! Mas, nós não somos um casal, nós não vamos à praça de mãos dadas ou tomamos sorvetes juntos, nós nunca saímos, é cada um para o seu lado.

- Você gosta de outra pessoa não é? – ela me encarou, as lágrimas ainda rolavam pelo seu rosto – O que ela tem que eu não tenho?

- Meu coração. – sussurrei.

- E você a ama? – ela disse de cabeça baixa.

- Mais que tudo nessa vida.

- Seu coração acelera toda vez que você chega perto dela, toda vez que você á vê, quando você fala com ela você se arrepia, quando ela te toca seu coração parece que vai explodir de tanta alegria.. – ela não estava me perguntando e sim afirmando – Seu olho brilha toda vez que você a olha, se você pudesse daria o mundo para ela.

- Se ele me pedisse, eu lhe daria todas as estrelas do céu.

- Ele? – ela perguntou surpresa, eu não respondi – Você está falando do...

- Sim! Eu vou dormi pensando nele, eu acordo pensando nele, é estranho e assustador, eu tento esconder tento ser forte, mas, toda vez que eu o vejo meu coração se parte, pois, temos que ficar afastados, e isso está acabando comigo.

- E todas essas coisas que você me perguntou, são coisas que você fizeram juntos? Eu não acredito Louis! – ela começou a gritar – Eu não acredito que você vai me trocar por aquilo, você deve está louco, fora de sim, só pode! Você já pensou no que as pessoas vão dizer, em como que elas vão te olhar? Nas conseqüências que isso vai trazer para ambas as partes...

- Eu não me importo! – eu gritei e ela estremeceu – Eu pensei nisso tudo, todos os dias dos últimos quatros e cheguei à conclusão de que não agüento mais isso, não agüento essa farsa, que venham as conseqüências e as criticas eu não me importo, enfrento tudo se ele estiver ao meu lado, o que sentimos não é amor Els!

- Eu já previa isso, desde quando você foi passar um tempo na casa dele, isso é tudo culpa dele.

- Não, a culpa é nossa, por que nós não nos amamos, nós nos suportamos! Eu tenho ciúmes dele, quando alguém chega perto dele, eu tenho que me segurar para não ir lá e da um murro na cara do infeliz..

- Mas, e eu Louis?

- Você tem que ser feliz, eu tenho que ser feliz, e só vou ser feliz se eu estiver do lado dele, é por ele que o meu coração acelera, ele ganhou essa guerra, eu não sou tão forte quanto eu pensava.
Nós nos olhamos, ela correu e me abraçou fortemente, retribui o abraço.

- Então acabou? – ela sussurrou em meu ouvido.

- Na verdade nunca houve nada! – sussurrei para ela – Gostaria de dizer que sinto muito!

- Eu também.

Selamos o abraço e nos olhamos novamente, sorri para ela e em seguida me retirei da sua casa.

...

Eu poderia escolher um caminho mais fácil, sem espinhos, sem dor, mas, não é isso que eu quero. Eu quero um amor de verdade, que me faça suspirar e enfrentar seus medos, um amor que seja dado intensamente e verdadeiramente. Não quero uma máscara e migalhas, eu quero ser feliz, quero viver. 

Quero senti minha mão suar, quero senti o chão faltando debaixo dos meus pés, quero me senti como se eu estivesse no topo do Empire State. Não quero segunda opção, a não ser que seja a mesma que a primeira: Ele.

Quantas pessoas te fazem se senti único, puro e especial? Que te faz estremecer e perder a respiração? 

Quem te faz sorri, quem te trás uma sensação de segurança? Quem faz o seu coração disparar? Com quem você quer andar de mãos dadas? Em quem você pensa antes de dormi? Só tenho uma coisa para dizer: Se esse for seu primeiro amor de verdade, lute para que ele seja o primeiro e último.

Ele mais importante para mim do que qualquer coisa. Ele é meu primeiro amor, e que quero mais que qualquer coisa que seja o ultimo. Eu quero ter ele. Quero que seja eu e ele. EU e ELE. Isso é melhor que qualquer coisa no planeta.

                                                      

Hey darlin’s um mini bem meloso para vocês de Larry. Vira e mexe as pessoas falam de Larry, a maioria só fala merda. Eu aceitaria numa boa os dois juntos, eles são muito fofos, amáveis e pegáveis. Eu realmente acho que algum dia o Boo vai usar seu dom de ser barraqueiro para dizer essas coisas para o mundo tudo, esse dia vai ser um dia bem legal (cada um acredita no que quer).. Mais espero que gostem e comentem please, um beijo para vocês, e sejam felizes pessoas lindas. 


                                      O amor é lindo, legal e tem nome. Beijão.

9 comentários:

  1. ainda com esse negocio de larry? esqueci isso, larry é merdinha, harry e louis nunca ficaram juntos, não existe e nunca existira larry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro,larry nāo é merdinha.segundo larry existe sim!.terçeiro se for pra falar merda é melhor nem falar!.

      Excluir
  2. Laís querida, como eu disse, cada um acredita no que quer, como sou uma escritora aceito críticas e elogios, então um beijo para você e outro para a Tania, beijos amores ..

    ResponderExcluir
  3. Own, esse imagine pode ser do ano passado, mas continua sendo um imagine!
    Adorei seu blog.
    Beijos de luz.

    S.

    ResponderExcluir
  4. Tipo cada um acredita no quer e tal,mais eu prefiro o Louis sendo feliz com outra e eu com o Harry kk,mais ficou muito bom seu imagine e eu me imagino no lugar do Louis,terminando pra ficar com o Harry. Muito bom seu blog,ameeeiiiii

    ResponderExcluir
  5. mano...quase chorei...que coisinha mais linda<3

    ResponderExcluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.