Image Map

Imagine Liam Payne | Who Is She? (Parte 4-Final/Pedido)

em 5 de setembro de 2015 |


Faça seu pedido  → aqui
Parte I | parte II | parte III 

A dor é uma coisa horrível de se sentir...
Tem a dor carnal, aquela que só dói quando você se machuca externamente e a dor sentimental, a que dói no coração quando se ama uma pessoa.
Nesse momento (seu nome) desejava com todas as forças ter uma dor carnal e não uma dor sentimental. Desejava ter cortado o dedo com a faca enquanto cortava alguma coisa na cozinha e como todas às vezes que isso aconteceu ter Liam ali para se preocupar e correr para fazer um curativo a fazendo rir da cara preocupada dele e repetir várias vezes que não havia sido nada.
Essa dor que ela sentia era uma dor talvez incurável, não há curativos que a faça parar de doer nem mesmo temporariamente, não há nada que a cure a não ser Liam entrar pela porta dizendo que ele se lembrava dela e a amava, que tudo aquilo havia acabado e eles podiam se amar de novo como sempre deveria ser.
Mas enquanto isso não acontecer, seu coração continuará sangrando e doendo.
Seu único motivo para sorrir era Lewis, o garoto sempre tagarelava coisas banais de criança e assim distraia sua mãe um pouco. Mas nem sempre eram coisas de criança, sua cabecinha ainda tentava entender o porquê de seu pai não está mais ali, (seu nome) sempre respondia a mesma coisa "ele está ocupado com o trabalho". Lewis abaixava a cabeça e soltava um "hum..." baixinho.
(Seu nome) sabia que seu filho também estava sofrendo com a ausência de Liam, e se sentia pior por mentir, mas o garoto é novo demais para entender o que se passa.
Faz exatamente duas semanas que o Liam saiu de casa, o divórcio demoraria dois meses para ficar pronto e isso de certa forma deixou (seu nome) menos triste, ela ainda nutre a esperança de que Liam se lembraria e eles voltariam a viver juntos, afinal, quem ama espera o tempo que for preciso para ter a pessoa amada e algo bem no intimo dela dizia que a solução dos seus problemas não demoraria anos para se resolver.
Um mês e meio depois
Hoje é um dia tão importante para Liam quanto para (seu nome), se ele estivesse em casa seria acordado com uma sessão de beijos e 'felizes aniversários'.
 Esse dia foi um dia em que (seu nome) não pode deixar de chorar ao acordar, como de costume, ela já acorda tateando a cama a procura dele e a decepção de estarem separados sempre vem ao se lembrar que ele não está mais ali.
Hoje ela veria Liam pela primeira vez desde que ele saiu de casa, ao contrario de Lewis que o via sempre que possível. Nesse mês que passou, Karen mãe de Liam, sempre buscava o neto para passar um tempo em sua casa e toda vez fazia questão de dizer a (seu nome) o quanto ela sentia muito pelo o que acontecia... Mas a verdade é que ninguém sentia o bastante quanto ela mesma.
Estando arrumada juntamente com Lewis, (seu nome) deu partida em seu carro checando mais uma vez se o embrulho com o presente estava no banco ao lado.
(Seu nome) estava a caminho da casa da sogra onde haveria um aniversário apenas para pessoas intimas de Liam, ela estava nessa lista, mas tem certeza que só foi convidada por causa do filho.
Estacionou seu carro vermelho em frente a grande casa, saiu do mesmo abrindo a porta para o pequeno Lewis e o entregando o presente que era um álbum com fotografias de seu computador que ela fez questão de revela-las e montar o álbum com os momentos que julga os mais importantes de suas vidas em família.
Travou as portas do carro ligando o alarme e pegou na mão de Lewis caminhando até a porta, suspirando antes de bater na mesma. Logo a porta foi aberta e Sophia sorriu olhando para os dois a sua frente.
- Lewis querido! - falou animada se abaixando um pouco para ficar na altura do menino que não a deu a mínima atenção - Oi (seu nome)! - voltou à posição ereta e falou com menos empolgação que antes
- Oi! - falou seca e logo entrou com Lewis vendo alguns familiares e amigos de Liam na sala
Assim que os viu Liam foi rapidamente até o filho com a frase de sempre "Ei Campeão" - que (seu nome) sentia uma imensa falta de escutar - levantando o filho e o girando no ar fazendo com que a mulher sorrisse minimamente com a cena e as gargalhadas do filho.
- Papai é para você! - o pequeno Lewis assim que posto no chão falou e entregou o presente nas mãos do pai
- Obrigado filhão! - sorrio fazendo cócegas no menino
- É... Feliz aniversario Lee... Liam! - (seu nome) falou baixo e logo se corrigiu ao chama-lo pelo apelido olhando e desviando ao mesmo tempo o olhar ao seu marido. Por que era tão difícil?
- Obrigado... E obrigado por vir e trazer o Lewis... - sorriu
E antes de poder falar qualquer coisa, Sophia apareceu puxando Liam pelo braço "vem Lee, todos estamos esperando você para a conversa", e o coração de (seu nome) se apertou por conta da a proximidade dos dois.
Mantendo-se um pouco afastada de todos, (seu nome) observava todos naquela sala sentindo-se uma intrusa. Imersa em seus pensamentos ela pensava o quão a noite seria divertida e quantas risadas ela daria juntamente a Liam como acontecia em todas as datas comemorativas.
Ela continuou inundada por seus pensamentos até sentir uma mão seu ombro, virando um pouco a cabeça até ver ser loiro ao seu lado.
- Oi Niall... - sorriu forçado como estava fazendo nos últimos dias
- Eu sei que é difícil para você... Peço desculpas por não ser um bom padrinho se casamento e não ter ido te visitar.
- Não tem nada... - continuou olhando as pessoas
- Eu estava viajando e não pude voltar, mas me falaram o que havia acontecido... Eu não quis ligar porque não achei que fosse assunto de telefone. - ele passou a mão pelas costas dela - Eu sinto muito!
- Eu tenho ouvido essa frase quase o tempo todo... - riu forçado - Parece até que alguém morreu.
- Eu sei que dói... Me desculpe!
- Não precisa se desculpar... Obrigada por se importar! - sorriu olhando para ele
Quando (seu nome) voltou a olhar para a sala, notou a ausência de duas pessoas que seria impossível passar despercebida por ela.
Com certo medo direcionou seu olhar para a porta aberta da cozinha e preferiu não ter o feito. Sophia e Liam estavam aos beijos encostados na bancada da cozinha.
Seus olhos rapidamente se encheram de lágrimas e ela tentava segurar o choro e vendo que não conseguiria, saiu em disparada pela porta da frente se encostando em seu carro e deixando todas as lágrimas saírem de seus olhos. Logo sentiu braços ao seu redor e se permitiu chorar mais alto tentando fazer a dor se esvair junto com as lágrimas.
Liam estava confuso tentando saber o porquê de Sophia ter o beijado tão repentinamente. Assim que parou o beijo sua mãe entrou pela porta da cozinha os mandando ir até a sala e Liam o fez saindo sem ao menos esperar por Sophia.
Ao olhar Lewis brincando com suas irmãs na sala, notou que ali não tinha a presença da mãe do menino ficando confuso ao pensar se ela teria ido embora e o deixado para dormir ali.
Todos foram interrompidos por Karen saindo da cozinha com um bolo em mãos cantando parabéns logo sendo acompanhada de todos os outros.
Na cabeça de Liam começou a passar cenas como se fosse um filme, quem saia da cozinha não era a sua mãe e sim (seu nome). Assim como era (seu nome) que lhe entregava um presente o beijava em seguida, como era também ela que entrava no quarto com um bolo nas mãos cantando parabéns enquanto um Lewis com cara de sono pulava em sua cama. Momentos de suas ferias na Disney, dele fazendo curativos no dedo da mulher desastrada com facas, ele jogando bola com Lewis em um piquenique enquanto (seu nome) os olhavam sentada com um largo sorriso em seu rosto e finalmente as cenas do casamento, quando ele jurou amar a mãe do seu filho até o ultimo dia de sua vida.
Liam olhou para todos os cantos daquela sala e se sentiu vazio, correu até a porta deixando todos sem entender, ele estava disposto a pegar seu carro e ir até onde sua mulher estava e dize-la que a ama mais que tudo e consertar as coisas que aconteceu nos últimos meses.
Assim que botou seu pé para o lado de fora, viu (seu nome) abraçada a Niall enquanto o mesmo acariciava seus cabelos. Pelo movimento dos ombros da mulher ele sabia perfeitamente que ela estava chorando, o que o doeu no fundo da alma.
Ele caminhou até eles e Niall foi a soltando de vagar dando espaço para Liam abraça-la, e assim ele o fez sem perder tempo.
- Desculpe meu amor... - Liam tinha seus olhos inundados por lágrimas - Desculpe por tudo que aconteceu. - (seu nome) olhou nos olhos do marido sem entender. Ele havia se lembrado? - Eu te amo... Te amo tanto que chega a doer... Eu não sei como pude me esquecer... Me desculpe!
Agora os dois choravam, estavam tão fechados naquele momento que nem perceberam a plateia que se formava na porta da casa.
- Eu ainda tinha esperanças que você se lembraria... - sorriu - Mas quando eu te vi a beijando, foi como o que restasse em mim tivesse sido extinguido do meu ser. - o abraçou apertado - Mas eu te amo... Te amo demais, muito... E você se lembrou. - sorriu
- Me desculpe amor... Por favor... Me perdoa!
- Não há nada para ser perdoado Lee... Eu te amo!
Então os dois se beijaram sendo aplaudidos por quase todos que estavam vendo a cena, tendo exceção apenas por Sophia.
Lewis correu e abraçou as pernas dos pais que sorriram entre o beijo.
Agora nada mais poderia os abalar... Nem mesmo uma amnésia repentina.
Um mês depois
- Liam James Payne, o senhor aceita mais uma vez casar-se com (Seu nome completo), prometendo ser fiel, amá-la e respeitá-la na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza por todos os dias da sua vida?
- Aceito! - respondeu sorrindo para a mulher a sua frente e acariciando a sua mão
- E você (seu nome completo), aceita mais uma vez Liam James Payne com seu legitimo esposo, prometendo ser fiel, amá-lo e respeitá-lo na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza por todos os dias da sua vida?
- Nós aceitamos! - sorriu acariciando sua barriga
- Isso é o que eu estou pensando? - perguntou Liam com os olhos arregalados e sorrindo largo
- Uhum... - assentiu sorrindo
- Eu amo tanto você!
E então ele a beijou...
Com um beijo carregado de amor Liam selou sua renovação de votos com a mulher que ama e q
ue nunca mais vai esquece-la... E isso é uma promessa, uma promessa que ele fez.

The End!
Hiiii Lovers! Estou de volta com esse fim que não me agradou muito, mas esta ai... Estou pensando seriamente em fazer uma longfic ou um imagine de partes com o Niall.
Até qualquer hora... Bye!



2 comentários:

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.