Image Map

Imagine Liam Payne | A Cura Lésbica (Pedido/Parte 3)

em 4 de maio de 2016 |


Pedido por: Jessica Moura

Depois de mais algumas jogadas e comemorações quando (s/n) conseguia derrubar algum pino, Liam saiu para comprar milk-shake para ambos.
(S/n) se sentou para esperá-lo perdendo-se em seus pensamentos, ela nunca tinha se divertido tanto com uma pessoa, em poucas horas ela conseguiu sorrir com Liam tudo o que não conseguia sorrir durante muito tempo.
Sem notar que Brianna se aproximava, (s/n) continuou com o sorriso bobo no rosto.
— Me diz que não é verdade! — Brianna disse já próxima a (s/n) fazendo com que ela desse um pulinho pelo susto.
— O que faz aqui, Brianna? — (s/n) a olhou assustada, ela não queria que a amiga descobrisse dessa forma.
— Eu trabalho aqui, coisa que você saberia se ainda estivesse sendo uma boa amiga. — (s/n) abriu e fechou a boca, mas Brianna tinha razão não há nada a falar — Me diz que você não está com ele... Se ele estiver te ameaçando ou chantageando me fale e eu acabo com ele. — Brianna quase suplicou, ela queria que a resposta fosse sim e ela o atacaria sem dó.
— Não, não é nada disso... — suspirou (s/n) — Nós estamos saindo. — “nós"... Essa palavra acertou Brianna em cheio.
— Você está saindo com o cara que se junta com os amigos para ficar falando mal da gente?
— Ele não é assim... Não é igual aos outros. — (s/n) sorriu ao falar e Brianna riu sarcástica.
— E quem te disse isso, ele? Acha mesmo que ele iria chegar em você falando o que ele pretende ou o que ele fala a suas costas? — Brianna tinha razão, mas para (s/n) ele é tão gentil.
— Por que você não pode apenas ficar feliz por mim? Não vê que eu estou sorrindo agora?
— Por que eu sim amo você, eu só quero o seu bem. — Brianna a olhou como se suplicasse.
— Então é isso? É sobre você. — (s/n) negou com a cabeça — Você não está nem ai para a minha felicidade, está apenas garantindo a sua porque diz gostar de mim.
— Claro que não é isso! — Brianna nunca imaginou ouvir isso de (s/n) — O que você sabe sobre ele ou o que ele sabe sobre você? Como você pode ter certeza de que isso vai dar certo?
— Por que eu acho gosto dele. — suspirou — Me desculpe, Brih... Eu apenas não posso corresponder os seus sentimentos.
— Não estou falando para me corresponder, estou falando para se afastar dele enquanto é tempo... Ele apareceu de repente e não pode ser coisa boa.
— Eu não quero me afastar... — (s/n) sussurrou
— Tudo bem... Quando tudo der errado eu estarei aqui para dizer que eu te avisei. — Brianna disse e saiu deixando (s/n) sozinha.
Alguns minutos depois Liam chegou; a verdade é que ele viu as duas juntas e resolveu demorar um pouco.
Ao se aproximar, Liam notou que o sorriso que estava no rosto de (s/n) quando ele saiu não estava mais ali. Ele não queria, mas tinha que admitir que a garota é legal e não merecia ficar triste, nada que o impeça de cumprir a aposta.
— Está tudo bem? — Ele colocou o milk-shake na mesa a frente da garota.
— Sem querer ser chata, podemos sair daqui? — (s/n) perguntou em um tom de voz baixo.
— Claro... Vamos devolver os tênis e a gente pode caminhar por ai. — Liam sorriu fazendo (s/n) sorrir também.
Com os seus próprios tênis e já do lado de fora, os dois caminhavam lado a lado tomando cada um seu milk-shake.
— Desculpe perguntar, mas o que aconteceu lá dentro? Você parecia feliz e do nada estava triste. — perguntou Liam como quem não quer nada.
— Eu encontrei a Brianna, minha amiga, ela não gostou muito da ideia de me ver com você. — sorriu fraco brincando com o canudo.
— Ela está com medo de perder sua amizade? — Liam olhou (s/n) tomando seu milk-shake.
— Ela gosta de mim, mais do que amizade...
— Oh, entendi... Você não a corresponde? Tenho que confessar que eu fiquei com medo no inicio de mandar aqueles bilhetes e você estar namorando ela. — mais uma mentira.
— Eu não estava em um momento bom em minha vida, na verdade eu estava com inicio de depressão e a Brianna conversou comigo, perguntou se eu queria tentar algo com ela e talvez conseguir sair do buraco ao qual eu estava entrando... Deu um pouco certo. — sorriu minimamente.
— E o que foi que aconteceu para que ocasionasse uma quase depressão?
— Varias coisas... Uma delas são as contas intermináveis lá de casa, Brianna nos ajudou um pouco, mas ainda teremos que vender a casa que é a única coisa que nos sobrou.
— Eu não sei nem o que falar... Espero que consigam o dinheiro logo, não quero que se mude. — Liam sorriu.
— É... Eu também não quero me mudar.
— Vai dar tudo certo. — Liam parou e segurou a mão de (s/n) como se quisesse a passar confiança.
(S/n) sorriu e olhou nos olhos de Liam, ele também sorria e isso dava um brilho em seu olhar.
“Ele é tão lindo”, pensou (s/n).
Sem premeditarem, algo os atraiu simultaneamente e sem que pudessem fazer algo a respeito, seus lábios já haviam se encontrado em um singelo selinho.
Uma das mãos de Liam foi de encontro à nuca de (s/n) e ele pediu passagem com sua língua e logo foi cedida. O beijo era delicado e sem pressa, apenas curtiam a sensação e o gosto de chocolate misturando-se ao de morango causado pelo sabor do milk-shake.
Dando-se conta do que estava acontecendo, (s/n) parou o beijo rapidamente e pediu desculpa correndo até a porta de casa e entrando sem olhar para trás.
Liam riu achando o ato fofo e infantil e só então se tocou... Ele ganhou a aposta.
Saindo dali ele foi direto para a casa de David e Derek, cobraria seu dinheiro, ele havia cumprido a aposta em apenas duas semanas o que ele não esperava.
Assim que bateu na porta a mãe dos meninos o mandou entrar dizendo que os dois estavam no quarto, Liam conhece muito bem o caminho. Subiu as escadas correndo e entrou no quarto.
— Missão cumprida! — disse vendo Derek sentado em frente ao computador e David jogando videogame.
— O quê? — perguntou David concentrado em seu jogo de atirar em zumbis.
— A aposta... Já cumpri! — fechou a porta e sentou em uma das camas vendo os meninos abandonarem o que faziam e direcionar a atenção completamente a ele.
— Já? Você tinha um mês, impossível ter conseguido tão rápido. — disse Derek
— Posso dizer que tive uma ajudinha... — riu — Eu sai com (s/n) e ela acabou encontrando a Brianna, elas tiveram uma conversa nada agradável e eu pude perguntar o que eu precisava saber sendo discreto.
— E o que você descobriu? — David perguntou impaciente.
— Brianna é lésbica e convenceu (s/n) a ter um “lance" com ela. — fez aspas com os dedos — (s/n) não corresponde os sentimentos da outra e nós nos beijamos.
— Foi muito fácil... Não teve graça.
— Derek tem razão... Dobramos o valor da aposta e você transa com ela. — David disse decidido.
— O quê? Não, eu não quero mais fazer isso.
— Não acha que consegue ou se apaixonou pela falsa lésbica? — David o pressionou.
— Nenhum dos dois, só não quero mais fazer isso. — Liam tentou se defender, só tentou.
— Você vai transar com ela ou não anda mais com a gente. 

Hey Sweets!
Voltei um pouquinho antes só para avisar que em dois dias o blog completa dois anos e terá postagens de alguns pedidos que estão super atrasados... Desde já, me perdoem pessoas que fizeram os pedidos...
Amo vocês e até mais ♥
Ps:. AMO TANTO A MINHA ASSINATURA QUE EU PODERIA ME CASAR COM ELA ♥


4 comentários:

  1. Ai meu coração !!! Por mais que n tenha tempo, tento dar uma passadinha aqui sempre e to amando o andamento dessa maravilha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico tão feliz em saber que você está gostando, você não pode nem imaginar o quanto :D
      De todas as pessoas a sua opinião sobre esse imagine é a mais importante para mim porque foi você que o pediu.
      Obrigada por tirar um pouquinho do seu tempo livre para entrar aqui <33

      Excluir
  2. Nossa!quando eu achei que eles nao poderiam ser mais idiotas,eles me vem com mais essa.Que decepçao Liam,sei que o ele vai acabar aceitando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idiotas sempre podem ser mais idiotas ainda. :/

      Excluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.