Image Map

Imagine Liam Payne | A Cura Lésbica (Pedido/Parte 4)

em 14 de julho de 2016 |



Parte IParte II | Parte III

Pedido por: Jessica Moura

Não houve nada que o Liam pudesse fazer para se livrar da “segunda fase" da aposta, ele tentou até deixar o dinheiro que já era dele para o David, mas os irmãos discordaram o deixando sem escolha a não ser cumprir. O que o impede de jogar tudo para o alto e mandar seus amigos idiotas à merda é seu passado, quando mais novo ele não teve muitos amigos e até sofreu bullying, não queria e nem poderia arriscar anos esforçados para finalmente ter amigos.
Mesmo depois de anos, ele ainda é inseguro e não quer passar por tudo outra vez.
Uma semana se passou e (seu nome) ocupava quase 99% de sua mente, ele não sabia como agir quando ela chegava até ele em algum canto da escola e o dava um selinho tentando ser discreta e não chamar a atenção das outras pessoas. Liam não queria quebrar ainda mais o coração de (seu nome) transando com ela por uma aposta, tudo bem que o que ele já fez até agora não foi certo, mas sexo é algo mais íntimo.
Se sentindo sem saída, o que Liam fez foi arquitetar onde, como e quando ele cumpriria a segunda fase da aposta estúpida. 
O local mais indicado para ele foi seu quarto, ele se sentiria ainda mais sujo se a levasse em um motel. Ele pensa que tratá-la com todo o carinho que puder e ser o mais breve possível não irá criar sentimentos ainda mais fortes em (seu nome). O momento perfeito para tudo acontecer seria no final de semana, seus pais estarão visitando seus avós e como sempre ele não vai e terá a casa livre.
✧✦✧
(Seu nome) não podia estar mais alegre, até cantando pelos cantos ela estava. As únicas coisas que estão ruins em sua vida são as contas ainda acumuladas e a Brianna que nem a olha, mas quando ela está com o Liam não tem tempo para pensar nessas coisas. Ele estava sendo de grande ajuda, a mantinha livre dos problemas diários e a fazia sorrir mesmo não querendo. 
Ela esta vivendo o seu sonho adolescente e Liam é seu príncipe encantado, porém nessa história, o príncipe vira sapo.
✧✦✧
Sábado à tarde (seu nome) estava fazendo tudo que não se preocupava muito em fazer, pintar as unhas, escolher cautelosamente uma roupa e até mesmo procurar um batom que não usava há muito tempo. Tudo estava perfeito para a garota, o dia estava maravilhoso e ela esperava ansiosamente pela noite. Liam disse que estaria em frente a sua porta as 19 h e ela não queria se atrasar um segundo se quer.
Exatamente na hora marcada uma buzina soou do lado de fora da casa da garota, curiosa ela saiu para vê quem era porque ela nem ao menos sabia que Liam tinha um carro. Ao fechar a porta de casa (seu nome) se deparou com Liam em pé ao lado do carro segurando a porta aberta do lado do passageiro, sem segurar o sorriso à garota caminhou até ele o selando nos lábios antes de entrar no carro. Liam deu a volta e logo estava ao seu lado, o som tocava uma música baixa um pouco lenta e eles logo iniciaram uma conversa enquanto Liam dirigia para um restaurante não muito caro no centro da cidade.
Derek e David já sabiam todo o roteiro que Liam faria. Primeiro jantar, depois ele a convidaria para um filme e logo depois a aposta seria cumprida, mas sem Liam saber os irmãos tinham um plano que já estava sendo executado.
— Então... Você está gostando? — Liam deixou o garfo em seu prato depois de terminar de comer a pizza. (Seu nome) havia preferido que fossem a pizzaria em frente ao restaurante que eles iriam e Liam aprovou a ideia.
— Estou sim, eu nunca fui de sair muito sozinha com garotos, mas estou gostando de tudo. — admitiu um pouco envergonhada e tomou um gole do refrigerante em seu copo.
— Eu fico feliz por você está gostando. — ele sorriu — Quem sabe depois podemos ir a minha casa assistir um filme? — sugeriu olhando ansioso os olhos da garota, parte dele queria que ela não aceitasse.
— Pode ser... Acho que será legal. — (seu nome) estava animada, ela não costumava sair com pessoas que não fosse seus pais, Brianna ou colegas, mas ela e Liam têm algo não é mesmo? Isso a deixa ainda mais animada.
— Quando você quiser podemos ir. — Liam colocou sua mão sobre a de (seu nome).
— Podemos ir agora se preferi, já que terminamos de comer. — ela sorria olhando o Liam.
— Eu só vou pagar a conta. — disse Liam levantando a mão para que o garçom fosse até eles.
✧✦✧
Ao chegarem à casa de Liam, (seu nome) achou tudo muito bonito e organizado, não era uma casa muito grande, mas também não era pequena. Podemos dizer que é muito aconchegante.
Liam a mostrou um pouco da casa e guiou-a para o seu quarto, ele estava um pouco nervoso, mas teria que acabar logo com isso. (Seu nome) sentou-se na cama de Liam o vendo procurar um filme e Toy Story foi a escolha dos dois, eles tinham algo em comum.
O filme estava começando e Liam se deitou na cama puxando (seu nome) para deitar a cabeça em seu peito enquanto seus dedos acariciavam sua cintura por baixo do tecido da blusa fazendo um carinho gostoso.
Eles não sabem quando começaram a trocar caricias e nem dizer em qual parte do filme (seu nome) foi parar no colo de Liam enquanto rebolava no volume presente em sua calça. As grandes mãos de Liam foram de encontro à barra da blusa da garota puxando para cima e com a ajuda da mesma a peça de roupa logo estava jogada no chão. 
O calor emanava de ambos os corpos e (seu nome) não perdeu tempo e logo abriu o fecho de seu sutiã dando-o o mesmo destino de sua blusa, antes de poder fazer qualquer outra coisa Liam a virou na cama ficando por cima.
— Vamos com calma... — Liam sussurrou com a testa colada a de (seu nome) e deixou um selinho em seus lábios — Não quero fazer sexo com você. Quero fazer amor porque eu acho que estou gostando de você. — e ao dizer isso Liam havia deixado o plano de não envolver mais sentimentos ir por água a baixo.
(Seu nome) sentiu seu coração acelerar ainda mais e logo depois seu corpo inteiro se arrepiar ao sentir Liam distribuir beijos por seu pescoço e busto fazendo uma trilha de beijos molhados. Liam parou somente ao estar de frente ao short que (seu nome) usava abrindo-o com delicadeza tendo a atenção da garota para si enquanto terminava de despi-la deixando um beijo em sua virilha.
Liam se pós de joelhos sobre a cama pegando o controle da televisão a desligando e jogando-o no chão. Ele tirou sua camisa, calça e cueca e antes de atira-los ao chão, sacou a camisinha do bolso traseiro de sua calça.
Apoiada aos cotovelos (seu nome) observava Liam bombar seu membro  deslizando logo em seguida a camisinha em seu comprimento, ele se pós em meio às pernas dela e apoiou seu peso com o antebraço sobre o colchão se inclinado sobre ela para tomar seus lábios em um beijo calmo e delicado fazendo-a arfar ao sentir seu membro a roçando na virilha. Finalizando o beijo e mantendo suas testas coladas e seus olhos fechados, Liam acariciou a cintura de (seu nome).
— Me desculpe... 
E antes que (seu nome) perguntasse o porquê do pedido de desculpa, Liam deslizou seu membro lentamente para dentro da garota fazendo-a gemer arrastado levando suas mãos às costas dele ao que as estocadas aumentavam.
Liam voltou a beijar (seu nome) enquanto mantinha as estocadas constantes, ele estaria amando o momento se não tivesse meio que sido forçado a isso. A única coisa que não foi mentira dentre tudo que aconteceu é que ele está mesmo gostando de da falsa lésbica. 
Ao contrário de Liam que não estava totalmente feliz com o momento, (seu nome) se sente de alguma forma completa. Liam não está na sua vida há muito tempo, mas ele está na melhor parte dela e esse momento só serviu para sanar as dúvidas em sua cabeça, ninguém tinha sido tão carinhoso com ela durante o sexo, isso só prova que ele realmente se importa com ela.
Liam intercalava os beijos entre o pescoço e a boca de (seu nome) que tinha as pernas ao redor de sua cintura em busca de mais contato enquanto gemia alto quando os lábios de Liam não estavam sobre os seus. Bastaram mais alguns minutos até que (seu nome) gozasse arranhando sem dó as costas de Liam que se desfez na camisinha alguns estocadas depois.
Respirações pesadas, corpos suados e logo Liam se jogou para o lado encarando o teto com um meio sorriso em seu rosto, mesmo sem olhar ele sentia que (seu nome) estava sorrindo e isso o fazia se sentir bem.
— Eu acho que gosto de você também...
(Seu nome) sussurrou depois de alguns minutos que os dois passaram em silêncio normalizando as respirações.
Parece gay dizer, mas Liam sentiu que seu coração deu um salto com o que a garota ao seu lado disse, talvez a aposta não tenha sido de todo ruim, ele estava descobrindo algo que ele nem ao menos sabia o que era. Ele só quer dar por encerrada essa aposta e passar uma borracha sobre tudo isso sem que (seu nome) descubra.
Se virando para o lado ele sorriu para a garota que sorria para ele e selou seus lábios a puxando para o seu peito enquanto seus dedos acariciavam os cabelos soltos dela.
Talvez os planos de Liam não tivesse sucesso, enquanto ele pensava em como esconder de (seu nome) a maldita aposta, a luzinha vermelha piscava despercebida pegando um ângulo perfeito dos dois na cama.


Eu não estava conseguindo escrever essa parte e não fiquei muito satisfeita com o resultado.
Provavelmente a próxima parte será a última.



8 comentários:

  1. "cura lésbica" nossa que título ofensivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez...
      Me inspirei na "cura gay" de Marco Feliciano, mas nada do que ele aprova tem no imagine... É apenas um titulo. :)

      Excluir
    2. Acho que você poderia ter explorado o título de uma outra forma. Algo que mostrasse a personagem se descobrindo bi. Pois, o título e o imagine dá a entender que ser lésbica é só uma fase e quando elas "encontrarem o homem certo" irão magicamente virar hetero, como se "se curassem de uma doença". Eu até tinha gostado de blog, mas como lésbica não irei ler algo que me ofenda, desculpe.

      Excluir
    3. Acho que você deveria ler a próxima parte, o titulo não está ai por nada, de certa forma preciso dele para o final. Talvez você entenda.
      O imagine não está dizendo que você deixa de ser lésbica magicamente, como eu fiz questão de escrever ela não era lésbica, ela aceitou a sugestão da amiga dela para tentar algo novo. Ela estava tentando, não tinha certeza.
      Você deve olhar o titulo pelo lado das pessoas que fizeram a aposta, eles queriam “curar" elas.
      Talvez faltou um pouco de atenção na sua leitura e um pouco de interpretação.
      Desculpe se eu te ofendi, náo foi a minha intenção. Eu tenho amigas lésbica e não tenho problema nenhum com elas e não acho que seja uma coisa curável, até por que eu sei que não é, não é uma doença para precisar de uma cura.
      A escolha é sua de ler ou não.
      Não posso fazer em relação a isso.

      Excluir
  2. aceitoo sim, coloca o meu blog na afiliação que eu coloco tbmmm

    ResponderExcluir
  3. Vai continuar quando anjo??
    Concordo com o que você disse para a menina que se ofendeu com o título, você deixou bem claro que os amigos do liam apostaram que ele não conseguiria "curar as lesbicas".
    Eu amo esse imagine pakas e tenho amigas lésbicas que também curtiram, e até brincaram falando que elas já ficaram com pessoas que parecem com a personagem.
    E a personagem não se descobre bi, ela se assume hetero porque a experiência com a amiga dele (como ela deixa claro) foi só uma experiência, Pelo menos foi assim que eu entendi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei ao certo quando continuarei :/
      Que bom que você entendeu, fico feliz :)
      Eu falei sobre ela está passando por uma experiência justamente por que eu não acredito que uma pessoa lésbica vire da noite para o dia hétero. Nem pelo cara mais lindo do mundo.
      Depois que eu já havia postado alguns meses o imagine, uma amiga passou por essa experiência, ela estava apenas experimentando (como a s/n) e não curtiu muito.
      E o titulo não poderia ser outro... Eu coloquei ele já pensando no final.
      Obrigada por comentar e por entender o que o imagine passa <3

      Excluir

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.