Image Map

Bring Me To Life | Capítulo 4

em 21 de maio de 2014 |

Bring Me To Life - Daniella Menezes  




Estava sentado na janela olhando rua, crianças brincavam mal sabia elas que um dia passariam pelas dores e dificuldades da vida, um dia elas iriam descobrir que nem tudo na vida são risos, que passamos por momentos de dor, de perda, de sofrimento.
Um dia eles iram amar alguém que iriam magoá-los, desprezá-los, entre outros adjetivos ruins, SE tivessem sorte iriam encontrar uma pessoa legal, que nunca iriam decepcioná-los.
Ás vezes é melhor ser uma criança e chorar por ter um braço ou uma perna machucada e correr para os braços dos pais, do que chorar e sofrer por um coração quebrado, despedaçado em pedaços em pequenos.
É melhor ser uma criança inocente sem saber dos problemas da vida do que ter nas costas a responsabilidades de resolver os problemas.
XXX: - Vamos sair? (Alguém disse abrindo a porta)
- Não! (Eu disse em me mover)
XXX: - Não vai adiantar nada você ficar aqui o dia todo trancado nesse quarto Liam, você precisa respirar!
- O oxigênio é ótimo daqui!
XXX: - Você me entendeu, vem com agente vamos ao parque, vamos tomar um sorvete, sei lá qualquer coisa.
- Sem animo para sair Nicola.
Nicola: - Isso não vai fazer bem para você!
- Agora você já pode sair do meu quarto.
Nicola: - Liam..
- Quer, por favor, sair daqui? (Eu gritei a olhando) – Me desculpe!
Abaixei a cabeça e em seguida ouvi a porta se fechar.
Olhei novamente para a janela, fiquei ali por alguns minutos até que resolvi tomar um banho. Fui até o guarda- roupa e abri o mesmo, uma caixa cai sobre a minha cabeça.
Abaixei-me e peguei a caixa tamanho médio, vermelha, cheias de coração, e fotos minhas e da Hannah ilustrada nela.
Sentei na cama e abri a mesma, tinha várias fotos nossos e atrás dedicatórias.

P.S: Imagine você e o Liam.
 


“Para o namorado mais perfeito e lindo de todo o mundo. Obrigado por me amar e me fazer feliz todos os dias”
 


“Não sei o que seria de mim sem você. Você me amou pelo o que eu era e não pelo que queria que eu fosse”



“Obrigado por esta do meu lado mais um ano, quero que você esteja na minha vida hoje e sempre”

XXX²: - Isso não vai te ajudar a ficar bem!
Eu guardei rapidamente as fotos dentro da caixa.
- O que faz aqui?
XXX²: - Vim pegar você para dá uma volta.
- Não quero sair! (Levantei e coloquei a caixa de volta no guarda-roupa) – Vou ficar em casa hoje!
Sentei-me cama.
XXX²: - Eu vou ficar com aquilo!
Ele passou por mim, pegando a caixa.
- O que vai fazer com isso Louis?
- Vou me livrar disso! Vou jogar fora Liam.
Eu queria impedi-lo, mais seria mais fácil se eu não tivesse nada por perto que me lembrasse a Hannah.
- Lui pode me deixar em paz?
- Não, se eu ti deixasse em paz não seria o Tomlinson. Vamos sair Liam!
- Já disse que não quero, chame os meninos e vão se divertir.
Eu o olhei e vi pena em seus olhos, aquilo me matava.
- Tudo bem, eu vou embora!

Pela primeira vez na vida sem contrariar ninguém ele saiu do meu quarto me deixando no meu mundo sem a Hannah.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.